True

Arquidiocese de Salvador (BA), Sé primacial da Igreja, celebra 470 anos
A celebração será realizada em 6 de agosto, às 17 horas e será presidida pelo arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, cardeal dom Sergio da Rocha
5 agosto, 2021 por
Arquidiocese de Salvador (BA), Sé primacial da Igreja, celebra 470 anos
Micheli Ferreira
Nenhum Comentário Ainda

A Sé Primacial da Igreja no Brasil completou, em 25 de fevereiro de 2021, 470 anos de criação. Porém, em virtude da pandemia, a celebração desta data precisou ser adiada e, com júbilo, será realizada em 6 de agosto, solenidade do Titular da Catedral Basílica e da arquidiocese de Salvador, o Santíssimo Sacramento, às 17h. A Missa Solene será presidida pelo arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, cardeal dom Sergio da Rocha.

Esta importante data será precedida de tríduo  nos dias 3, 4 e 5 de agosto, também na Catedral Basílica, às 16h. Cada celebração será presidida por um dos bispos auxiliares e em cada dia serão convidados representantes da Vida Consagrada (1º dia), do Clero (2º dia) e do laicato (3º dia). De acordo com as medidas de saúde pública vigentes quanto ao limite no número de fiéis, quem desejar participar, presencialmente, deve entrar em contato com a Secretaria de Pastoral pelos telefones (71) 4009-6605 / 6636 (atendimento de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h e das 13h às 17h).

Representantes da Vida Consagrada participaram dia 3 de agosto, do primeiro dia do tríduo em preparação à Solenidade do Titular da Catedral Basílica de Salvador e pelos 470 anos de criação da Diocese de São Salvador da Bahia. A Celebração, marcada pela adoração ao Santíssimo Sacramento, teve início às 16h, na Catedral, e foi presidida pelo bispo auxiliar, dom Marco Eugênio Galrão Leite de Almeida.


Alguns momentos marcaram, de modo especial, quem esteve no templo. Um deles foi a recordação dos homens e das mulheres com fama de santidade, que estiveram na cidade também conhecida como “Bahia de Todos os Santos”, a exemplo da Santa Dulce dos Pobres, Santa Teresa de Calcutá, São João Paulo II e Santo Inácio de Loyola, além do padroeiro da capital baiana, São Francisco Xavier. Durante a oração, velas foram acesas e colocadas aos pés do Santíssimo Sacramento.

O silêncio tomou conta do templo e, diante de Jesus Eucarístico, religiosos e religiosas, leigos e leigas consagrados agradeceram por esta Igreja Particular e também suplicaram pelo fim da pandemia, recordando, ainda, a ação #SilêncioPelaDor, realizada na Igreja da Trindade – templo que abriga pessoas em situação de rua. Neste período de restrições, esta campanha acontece com duas intenções: a primeira é fazer ecoar, através do silêncio, a dor da morte de milhares de pessoas, pelo novo coronavírus, além da dor de estar infectado e a dor do isolamento social. A segunda foi pelas pessoas que precisam se manter em confinamento para conter a disseminação, além de tornar essa “Não-Ação” um clamor pela ação política por parte do governo em favor da vida.

Para a Irmã Maria Lúcia Gomes Torres, do Instituto Nossa Senhora da Oferenda, estar presente no primeiro dia do tríduo foi uma graça de Deus. “Hoje é um dia muito especial. Estamos celebrando a abertura do tríduo, com este momento de adoração ao Santíssimo Sacramento, que é Jesus, Aquele a quem nós, como consagrados e consagradas, somos apaixonados. Por Ele e com Ele nós continuamos dando a vida na nossa missão e, de maneira particular, junto aos mais pobres, os mais esquecidos da sociedade”, disse.

   Leia também:

Basílica de Santa Maria Maior: "milagre da neve" é dedicado ao Papa

História e exposição

Criada pela Bula “Super specula militantis ecclesiae”, do Papa Júlio III, a arquidiocese de São Salvador da Bahia foi a primeira do país, por isso possui o título de Primaz do Brasil, além de uma importância religiosa e histórica imensurável. Nestas terras onde pisaram santos e beatos, estão erigidas, atualmente, quatro basílicas, 101 paróquias e três diaconias, localizadas em uma área de 1.319,6 km2 e com uma população formada por mais de três milhões de habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Também como parte da comemoração pelos 470 anos de criação da Diocese Primacial, no dia 6 de agosto, às 10h, será inaugurada a exposição “Galeria dos Bispos e Arcebispos de São Salvador da Bahia”. A mostra ficará no Palácio da Sé, localizado na Praça da Sé, em Salvador, e exporá, em ordem cronológica, imagens de todos os bispos e arcebispos (no total, 36) que passaram por esta Igreja Particular, desde o primeiro, Dom Pedro Fernandes Sardinha (1551-1556), até o atual, Cardeal Dom Sergio da Rocha (2020). Além disso, quem visitar o local poderá conferir alguns paramentos utilizados pelos prelados, como a casula que pertenceu a Dom Avelar Brandão Vilela (1971-1986).

Com informações da assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Salvador 

 

Arquidiocese de Salvador (BA), Sé primacial da Igreja, celebra 470 anos
Micheli Ferreira
5 agosto, 2021
Compartilhar
Arquivo
Entrar deixar um comentário

Whatsapp Paróquias

Olá, bem-vindo(a) a Revista Paróquias! Escolha um dos nossos atendentes. Mensagens fora do horário marcado serão respondidas quando retornar.