True

Você conhece a função do Ecônomo?
A Igreja nomeia o ecônomo escolhendo quem é verdadeiramente perito em assuntos econômicos e notável pela sua inteira probidade.
26 abril, 2022 por
Micheli Ferreira - Promocat
Nenhum Comentário Ainda

São Paulo nos ensina na carta aos Romanos que a autoridade é constituída por Deus e que o cumprimento das normas nos conduz ao bem, orientando para que “dai a cada um o que lhe é devido: o tributo a quem se deve tributo; a taxa a quem se deve taxa; o temor a quem se deve temor; a honra a quem se deve honra” [1]. Portanto, o cumprimento do dever é inerente à vida cristã, mesmo nas coisas humanas, como o dinheiro e os tributos. Para esses assuntos, a Igreja nomeia o ecônomo, escolhendo quem é verdadeiramente perito em assuntos econômicos e notável pela sua inteira probidade.

A vocação do ecônomo

De acordo com o Código de Direito Canônico, compete ao ecônomo administrar os bens da diocese, sob a autoridade do Bispo, e satisfazer as despesas, tudo segundo as normas estabelecidas pelo Conselho para os Assuntos Econômicos. O ecônomo é nomeado por mandado de cinco anos, que pode ser renovado sucessivamente. Observada a responsabilidade da função e a continuidade dos trabalhos, a substituição do ecônomo ocorre apenas por causa grave, de acordo com a avaliação do Bispo e do Conselho. O ecônomo também atua nos seminários, nos institutos, nas províncias, nas comunidades e, de modo geral, sempre que houver a necessidade de administração de bens, segundo as regras próprias e em auxílio ao Bispo Superior. Já nas pessoas jurídicas sem administração própria, o ecônomo pode atuar para administração dos bens por mandados de três anos.

Conheça o Seminário de Gestão Contábil e Financeira - Economatus

O exemplo de Jesus Cristo

É importante que a administração dos bens, que de qualquer modo esteja ligada à Igreja, ocorra no estrito cumprimento das normas, de forma exemplar. Por isso, o ecônomo tem a responsabilidade de transmitir a idoneidade que se espera do cristão, exercendo com lealdade sua função. O dinheiro entregue à Deus tem tradição desde o Êxodo, quando Moisés foi orientado a usá-lo no serviço da tenda da reunião, para o resgate das pessoas [2]. O próprio Cristo pagou esse tributo. Mesmo sendo Senhor do Templo, Jesus pede a Pedro que pague em Seu nome “para não sermos motivo de queda para eles” [3]. Com isso, observamos que se a própria administração das dioceses demonstrar descumprimento das normas, o povo será direcionado ao mesmo erro. Ao exemplo de Jesus, que cada cristão demonstre, junto com sua comunidade, o fiel cumprimento das leis.

São Mateus, rogai pelos ecônomos

Oremos para que recaia sobre todos os ecônomos a interseção e proteção de São Mateus, que deixando o posto de cobrador de impostos e tendo-se tornado apóstolo, continua a anunciar-nos o Evangelho, para sempre nos inspirar a seguir Jesus com determinação. Que o Espírito Santo guie cada um dos ecônomos, iluminando suas mentes e fortificando sua fé. Que assim seja!

CITAÇÕES DO TEXTO BÍBLICO

[1] (Rm 13, 7); [2] (Ex 30, 16); [3] (Mt 17, 24-27).

REFERÊNCIAS

BÍBLIA DE APARECIDA. Editora Santuário. Edição online.

CÓDIGO DE DIREITO CANÔNICO. Promulgado por João Paulo II, Papa. Conferência Episcopal Portuguesa. 4. ed. Editorial Apostolado da Oração – BRAGA, 2007.

SAGRADA BIBLIA. Traducción y notas Facultad de Teología Universidad de Navarra. Edição Digital. Editora EUNSA. 2016.

Sobre o autor: 

Luís Gustavo Conde é Catequista atuante na evangelização de jovens e adultos; palestrante focado na doutrina cristã; advogado, tecnólogo e professor.


Conheça o ECONOMATUS 


Um evento dedicado à formação dos responsáveis pela contabilidade e finanças de paróquias, dioceses, institutos e ordens religiosas, comunidades, obras sociais e entidades, assim como para gestores, ecônomos e administradores eclesiais. O curso oferece aprendizado sistemático teórico-prático, onde o participante adquire conhecimentos necessários e atualizados para cumprir e seguir as obrigações que, atualmente, estão previstas na legislação contábil, tributária e jurídica.  Tem por objetivo, ainda, apresentar ferramentas que auxiliam nas questões presentes no dia a dia de quem trabalha na área contábil, para assim contribuir melhor com a organização da administração contábil-financeira da instituição.

Visite nosso site: https://revistaparoquias.com.br/economatus



Micheli Ferreira - Promocat
26 abril, 2022
Compartilhar
Arquivo
Entrar deixar um comentário

Whatsapp Paróquias

Olá, bem-vindo(a) a Revista Paróquias! Escolha um dos nossos atendentes. Mensagens fora do horário marcado serão respondidas quando retornar.