True

O chamado de catequistas inclusivos no mundo globalizado
18 junho, 2021 por
O chamado de catequistas inclusivos no mundo globalizado
Micheli Ferreira
Nenhum Comentário Ainda

Jovens catequistas, nessa fase da vida, você começa a se questionar sobre o sentido da sua existência: Quem você é? O que deve fazer? O que você realmente quer da sua vida? O que seus pais, familiares e professores esperam que você seja, entre várias outras dúvidas, entre elas, o que Deus quer de você neste chamado que acabara de receber em sua juventude, isto é, “ser catequista”.

Mas, para tudo existe uma explicação e um fundamento: colocar Deus em primeiro lugar de suas vidas.

Essa é a melhor fase da sua vida, pois tudo você pode, mas esquece que também pode errar a sua formação. Saiba ouvir a voz de Deus e cuidado com a voz do “mundo” para que no fim não digue: “fracassei”. Ser jovem catequista inclusivo, também é um desafio porque nesta fase você está começando a crescer. Por isso, que você não deve desistir, deve ser forte, e lembrar que dentro de você existe uma força que você a conhece para construir um mundo novo, saiba enfrentar todos os desafios. Quanto maior for, mais a vida cobrará de você, seja fiel, não desista jamais, siga em frente, quanto maior for a luta, maior será a vitória, Jesus está ao seu lado! E Nossa Senhora te conduzirá pela mão, e o Divino Espírito Santo te iluminará nesta caminhada.

E este (esta) catequizando com deficiência que apareceu em seu caminho, tem como missão em sua vida, te fortalecer na caminhada da fé, pois traz em sua fisionomia, “o rosto de Jesus, excluído de nossa sociedade”. E você, jovem catequista, escolhido a dedo por Deus, desde o útero de sua mãe, cf (Jr 1,5), será capacitado por Deus, através de formações, referências bibliográficas, bem como, palestras voltadas ao tema da Catequese Inclusiva, para exercer com conhecimento e “profissionalismo” esta missão confiada a Deus para você.

Lembre sempre: reze, reze, reze e lembre-se de Jesus, leia a Bíblia, pois só através da oração vocês terão forças para superar tudo.

Atualmente, nos deparamos com uma série de comentários, que nem sempre vem precedido de um fundo de verdade: como a moda, os aparelhos eletrônicos cada vez mais evoluídos, e só quem os possui e faz o uso, está “tecnologicamente conectado”, como também, o mito da beleza externa, daí o motivo dessa fase ser um período de conhecimento próprio para evitar cair no complexo e insegurança.

Inicie uma relação profunda com Deus, esse é o momento onde você optará em ser você mesmo ou imitar os outros. Permita que Jesus seja o alicerce que converterá você jovem em um grande homem, em uma grande mulher catequista inclusivo, pois o mundo está necessitado de jovens que não tenham medo de fazer que suas vidas sejam iluminadas por Deus, para iluminar a todas as partes deste mundo, cf diz Jesus no evangelho:”vós sois o sal da terra e a luz do mundo” (Mt 5, 13-16.).

Olhe para dentro de você, jovem catequista: não como alguém que tem de ser um eterno vitorioso, mas como um eterno lutador. Não queira resolver tudo sozinho (a) em sua paróquia ou comunidade, peça ajuda aos seus colegas catequistas. E também para profissionais que atuam na área da “Inclusão”, aceite sua falta de conhecimento sobre o assunto da inclusão, como também o erro voltado aos encontros não estarem acontecendo como deveriam acontecer, pois com o erro também se aprende!

Chegou a hora de você lutar pelos seus objetivos pastorais. Você não pode perder a meta que é tentar, tentar, tentar… sem jamais desistir até aprender como fazer diferente e melhor. Esse é o caminho para resgatar sua própria autoconfiança inserida nesta vocação de catequista inclusivo da qual Deus te chamou desde o ventre materno, Cf (Jr 1,5)!

Deus te conhece antes mesmo de você nascer, e sabe o que há de bom em você. Ele depositou dons necessários para que construa sua felicidade diante deste chamado de catequista na sua juventude e leve a felicidade a quem precisar, principalmente no que se refere aos catequizandos com algum tipo de deficiência.

Ser jovem catequista inclusivo no mundo globalizado, é viver um novo dia, é amanhecer, é viver a vida, é ser feliz, é viver com sabedoria e discernimento, sem se deixar influenciar pela vontade de outras pessoas.

Ser jovem catequista inclusivo é ser você mesmo!

Thaís Rufatto dos Santos é Pedagoga, Psicopedagoga, Consultora em Educação Inclusiva. Coordenou a Pastoral da Pessoa com Deficiência, na Diocese de Santo Amaro – SP. Autora dos livros “MANUAL PRÁTICO PARA CATEQUISTAS Como evangelizar as pessoas com deficiência É possível levá-las ao Pai!”, publicado pela Editora Pão e Vinho e Catequese Inclusiva Da acolhida na fé à vivência na Comunidade. Paulinas Editora. É a catequista que criou através de uma Inspiração Divina, o tema Catequese Inclusiva, desde o ano de 2.004. Contato: thaisrdossantos@gmail.com

 

O chamado de catequistas inclusivos no mundo globalizado
Micheli Ferreira
18 junho, 2021
Compartilhar
Arquivo
Entrar deixar um comentário