True

O Ano Litúrgico, os Dias Festivos, e os Dias de Penitência
Em cada Ano Litúrgico a Liturgia da palavra apresenta uma leitura em um ciclo que é composto pelas letras A, B e C, representando os evangelistas Mateus, Marcos e Lucas
4 novembro, 2021 por
O Ano Litúrgico, os Dias Festivos, e os Dias de Penitência
Micheli Ferreira
Nenhum Comentário Ainda

O Ano Litúrgico é celebrado entre o primeiro domingo do Advento e a última Semana do Tempo Comum. Nesse período a liturgia relembra a morte e ressureição de Jesus Cristo com verdadeira força sacramental e especial eficácia para alimentar a vida cristã. A Igreja se organiza por um Calendário Geral, condizente com o espírito universal, para que os fiéis participem conforme os Tempos Litúrgicos. O católico deve guardar a celebração do mistério pascal que ocorre todos os domingos do ano, chamados dias de preceito, juntamente com os Dias Festivos previstos no Código de Direito Canônico.

O ano civil tem início no dia 1º de janeiro e termina no dia 31 de dezembro. Já o Ano Litúrgico se inicia no Primeiro Domingo do Advento, que ocorre quatro semanas antes do Natal. Nesse ano de 2021, o Primeiro Domingo do Advento será celebrado no dia 28 de novembro. Então se inicia um ano cíclico dividido em: Tempo do Advento, Tempo do Natal, Tempo da Quaresma, Tempo da Páscoa e Tempo Comum, sendo que esse último ocupa duas partes: a primeira logo após a festa do batismo de Jesus até o Tempo da Quaresma e a segunda parte após a Solenidade de Pentecostes até o Tempo do Advento, no qual se inicia um novo ciclo. Os Tempos Litúrgicos nos inspiram a comunhão com a Igreja, conforme as cores litúrgicas e os cânticos próprios, assim:

  • No Advento nós vigiamos para a vinda do Messias (Lc 12, 35-40);

  • O Natal é a alegria do nascimento de Jesus (Lc 2, 9-14);

  • O Tempo Comum é o chamado para missão evangelizadora (Mc 16, 15);

  • A Quaresma é o tempo de penitência, oração e jejum (Mt 6, 1-18);

  • Na Páscoa é celebrada a vida que venceu a morte (Lc 24, 5-7);

  • O Tempo Comum é a missão impulsionada pelo Espírito Santo (Ato 2, 1-13);

Em cada Ano Litúrgico a Liturgia da palavra apresenta uma leitura em um ciclo que é composto pelas letras A, B e C, representando os evangelistas Mateus, Marcos e Lucas. Fica fácil lembrar se você pensar na ordem em que os Evangelhos constam na bíblia, assim: Mateus (Ano A), Marcos (Ano B) e Lucas (Ano C). Ao evangelista João ficaram reservados os dias de festas e solenidades, especialmente no Tempo da Páscoa, lido em todos os anos. É importante, também, observar o ano civil, que direciona as leituras das celebrações durante a semana (feriais) pelos ciclos par ou ímpar. Por exemplo: 2020 (ano par), 2021 (ano ímpar), 2022 (ano par) e assim por diante.

Nos Dias Festivos descritos no Código de Direito Canônico (Cân. 1246) os fiéis têm obrigação de participar na missa (Cân. 1247) e são: o Natal, a Epifania do Senhor, a Ascensão; o Corpus Christi, Santa Maria Mãe de Deus, e sua Imaculada Conceição e Assunção, São José, os Apóstolos S. Pedro e S. Paulo e Todos os Santos, dias nos quais, juntamente com todos os domingos do ano, compõem os dias de preceito. Vale lembrar a importância de consultar anualmente o Calendário Litúrgico, pois é permitido à Conferência Episcopal, com aprovação prévia da Sé Apostólica, revogar alguns dias festivos ou transferi-los para o domingo, como é o caso de São José que não é dia de preceito no Brasil e a Epifania do Senhor, que é celebrada no domingo mais próximo do dia 06 de janeiro.

Caso você tenha sentido falta da Páscoa ou de Pentecostes, por exemplo, observe que todos os domingos do ano são dias de preceito, portanto, como essas celebrações ocorrem sempre aos domingos, também trazem consigo a obrigação da participação dos fiéis. O Código de Direito Canônico considera como cumprimento do preceito a participação no próprio dia ou na tarde do dia antecedente (Cân. 1248), por isso as missas celebradas no sábado à noite seguem a mesma Liturgia do domingo. Mas fique atento e sempre observe o rito celebrado, pois não basta ser a tarde do dia anterior, é preciso cumprir a mesma Liturgia do Dia de Preceito.

Sempre relembrando o espírito universal da Igreja, além das solenidades mencionadas, há também os dias de penitência (Cân. 1249), para que todos os fiéis se unam em alguma observância comum de penitência, dediquem-se de modo especial à oração, exercitem obras de piedade e de caridade, se abneguem a si mesmos, cumprindo mais fielmente as próprias obrigações e sobretudo observando o jejum e a abstinência. Além do Tempo da Quaresma, como já mencionado, os dias de penitência são também todas as sextas-feiras do ano (Cân. 1250), nas quais se recomenda, em especial, a abstinência de carne.

O Ano Litúrgico, os Dias Festivos e os Dias de Penitência têm o propósito de conduzir os fiéis a participarem mais ardentemente pela fé, pela esperança e pela caridade, de todo o mistério de Cristo. As festas da Virgem Maria e as memórias dos Santos proclamam as maravilhas do Cristo nos seus servos e oferecem aos fiéis oportunos exemplos a serem imitados, pelos quais se anunciam e renovam o mistério pascal do Cristo.

Que o Espírito Santo nos guie em comunhão com os fiéis do mundo inteiro, em espírito universal de missão e santidade, conforme os ritos e as leituras, de forma que possamos ser, de fato, o corpo de Cristo e membros dele, cada qual por sua parte (I Cor 12, 27). Que assim seja!

Referências

BÍBLIA DE APARECIDA. Editora Santuário. Edição online.

CARDEAL ORANI JOÃO TEMPESTA. O ANO LITÚRGICO. CNBB, 01 dez. 2020.

CÓDIGO DE DIREITO CANÔNICO. Conferência Episcopal Portuguesa. 4. ed. Editorial Apostolado da Oração – Braga, 2007.

PAPA PAULO VI. Carta Apostólica Mysterii Paschalis. Roma, 14 fev. 1969.

Por Luís Gustavo CondeCatequista atuante na evangelização de jovens e adultos; palestrante focado na doutrina cristã; advogado, tecnólogo e professor. 

O Ano Litúrgico, os Dias Festivos, e os Dias de Penitência
Micheli Ferreira
4 novembro, 2021
Compartilhar
Arquivo
Entrar deixar um comentário

Whatsapp Paróquias

Olá, bem-vindo(a) a Revista Paróquias! Escolha um dos nossos atendentes. Mensagens fora do horário marcado serão respondidas quando retornar.