True

Conheça a história de São José, pai "terreno" de Jesus
São José é conhecido como patrono dos pais e dos trabalhadores
17 agosto, 2021 por
Conheça a história de São José, pai "terreno" de Jesus
Micheli Ferreira
Nenhum Comentário Ainda

É fato que a importância de um pai na vida do filho é imensurável. A criança possui a necessidade de auxílio, educação e claro, amor. Assim, o filho de Deus se fez menino e ao longo de sua vida na terra, possuiu a figura de São José como pai amoroso e dedicado em zelar pela vida do filho do Senhor.

São José é retratado nos evangelhos sob a perspectiva da infância de Jesus, mais propriamente em Lucas e Mateus. Na bíblia, ele é apresentado como um homem justo, que não mediu esforços para zelar pela sua família. Porém, ele não aparece nos relatos da vida adulta de seu filho adotivo, o que leva a muitos teólogos e estudiosos considerarem como hipótese, José ter falecido antes da vida pública de Cristo.

O santo era carpinteiro, trabalhava dando forma à madeira, transformando-a em móveis, ferramentas e utensílios relacionados. Era judeu praticante, seguia à risca a religião e também conhecido por ser um homem de respeito, justo e que seguia os desígnios de Deus.

José aceitou Maria

Ao noivar com Maria, José não fazia ideia de quais seriam os planos de Nosso Senhor para sua vida. Assim, com o casamento já em mente, a Virgem recebeu a visita do anjo Gabriel, que anunciou que ela geraria o filho de Deus através da concepção pelo Espírito santo.

Naquela época, uma mulher engravidar sem estar casada era um verdadeiro escândalo. De acordo com a lei, aquela que teria relações sexuais com outro homem deveria ser apedrejada. Quando José soube da gravidez de sua noiva, não acreditou que aquilo estava acontecendo e inconformado, estava prestes a abandona-la, porém jamais cogitou a possibilidade de causar mal à Maria.


Uma noite, já sabendo da notícia e sem sentir paz em seu coração, São José recebeu em um sonho, a visita de um anjo que apareceu para revelar a ele que Maria realmente estava gerando o filho de Deus e que não havia o que temer. Assim, José largou a possibilidade de deixar sua noiva:

“E tu chamarás o seu nome JESUS”

“Eis que um anjo do Senhor lhe apareceu num sonho, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo; 21 E dará à luz um filho e tu chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.” (Mateus 1,20:21).

Quando se aproximou o nascimento de Jesus Cristo, devido a um decreto romano estabelecido, o casal precisou ir para Belém. Assim, durante o longo percurso que faziam, Maria entrou em trabalho de parto e deu à luz ao menino Jesus em um estabulo.

Novamente em sonho, o homem foi avisado por um anjo que Herodes soube que o filho de Deus havia nascido e que desejava mata-lo. A instrução era que ele fugisse com sua família para o Egito para que ficassem a salvo. Como um bom pai, José fez o máximo que pode para proteger Jesus e Maria e assim, foram para o Egito e só retornaram após outro aviso do anjo, 4 anos depois quando o rei já havia morrido.

A influência de São José na vida de Jesus

Como um bom pai, José sempre foi presente na vida de Jesus. Desde pequeno, o menino foi ensinado sobre a religião judia e consagrado no Templo, ato este que apenas judeus piedosos realizavam. São José sempre considerou importante passar para Cristo a palavra de Deus.

Também sempre instruiu seu filho adotivo para o que era certo e o que era errado. Ele ensinou Jesus a ter educação, ser responsável, discernir a justiça e sempre zelou por ele com muito amor.


Como São José morreu?

Nos primeiros séculos da igreja, o que era pregado é que José foi avisado por um anjo que sua hora estava próxima, mas não se sabe quando e quantos anos Jesus possuía. Com a notícia que recebeu, ele decidiu ir até o Templo de Jerusalém e pedir o auxílio de Deus nesse momento. Chegando em casa, adoeceu e morreu sendo velado com muito amor por Jesus e Maria.

No entanto, o último relato de José na Bíblia Sagrada, acontece na passagem de que Jesus, ainda com 9 anos, está no templo conversando com os sacerdotes. Portanto, não existem relatos oficiais acerca de como São José morreu, assim as histórias contadas podem ser apenas especulações.

Festividade do santo

No dia 19 de março, a igreja católica celebra a festividade de São José. A festividade é comemorada com missas solenes, orações e principalmente a famosa novena do santo.

Por ser considerado padroeiro dos pais e trabalhadores, em alguns países se comemora o dia dos pais justamente nessa data. A importância da devoção ao santo já foi confirmada em uma das revelações de Deus a Santa Águeda.

Oração de São José

Ó glorioso São José, digno de ser amado, invocado e venerado com especialidade entre todos os santos, pelo primor de vossas virtudes, eminência de vossa glória e poder de vossa intercessão, perante a Santíssima Trindade, perante Jesus Vosso Filho adotivo, e perante Maria, Vossa Santíssima Esposa, minha Mãe terníssima, tomo-vos hoje por meu advogado junto de ambos, por meu protetor e pai, proponho firmemente nunca esquecer-me de Vós, honrar-Vos todos os dias que Deus me conceder e, fazer quanto em mim estiver para inspirar vossa devoção aos que estão sob o meu encargo. Dignai-vos vo-lo peço ó pai do meu coração, conceder-me a vossa especial proteção e admitir-me entre os vossos mais fervorosos servos. Em todas as minhas ações assisti-me, junto de Jesus e Maria favorecei-me, e na hora da morte não me falteis, por piedade. Amém”.

     Leia também:

Conheça a Cruz do Catequista

Novena de São José

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Ó José, meu protetor e advogado, apelo a você, para que eu implore a graça, pela qual você me vê gemendo e implorando diante de ti. É verdade que as atuais tristezas e amarguras, que são um justo castigo dos meus pecados. Mas reconhecendo-me culpado, terei que perder a esperança de ser ajudado pelo Senhor por isso? “Ah! Não!” – Responde a sua grande devota Santa Teresa – “Certamente não, pobres pecadores. Vá com alguma necessidade, por mais grave que seja, à intercessão efetiva do Patriarca São José; vá com verdadeira fé a ele e certamente você será respondido em suas perguntas. “. Com tanta confiança, portanto, eu me apresento diante de ti e imploro misericórdia. São José me ajude nas minhas tribulações.

Pai Nosso – Ave Maria – Glória.

Seja misericordioso, São José, quantas graças e favores você obteve para os aflitos! Doentes, oprimidos, caluniados, traídos, abandonados e recorrendo à sua proteção foram concedidos. Não permita, ó grande santo, que eu tenha que ser o único dentre muitos a permanecer privado do seu conforto. Mostre-se bom e generoso também comigo, e eu, agradecendo-lhe, exaltarei em você a bondade e a misericórdia do Senhor.

Pai Nosso – Ave Maria – Gloria.

3. Ó exaltado Chefe da Sagrada Família, venero-o profundamente e invoco-o do meu coração. Aos aflitos, que oraram antes de mim, você concedeu conforto e paz, agradecimentos e favores. Portanto, digne-se a consolar até a minha alma entristecida, que não encontra descanso entre as injustiças das quais é oprimida. Você, ó santo sábio, vê todas as minhas necessidades em Deus, mesmo antes de eu explicá-las com minha oração. Então você sabe muito bem o quanto eu preciso da graça que lhe peço. Nenhum coração humano pode me consolar; espero ser consolado por você. Se você me conceder a graça que eu insistentemente peço, prometo espalhar devoção a você, ajudar e apoiar as obras que, em seu Nome, surgem para o alívio de tantas pessoas pobres e infelizes e moribundas.

Pai Nosso – Ave Maria – Gloria.
(Repita a novena pelos dias restantes)

Por Redação Catequistas Brasil

Conheça a história de São José, pai "terreno" de Jesus
Micheli Ferreira
17 agosto, 2021
Compartilhar
Arquivo
Entrar deixar um comentário

Whatsapp Paróquias

Olá, bem-vindo(a) a Revista Paróquias! Escolha um dos nossos atendentes. Mensagens fora do horário marcado serão respondidas quando retornar.